Pular para o conteúdo principal

Destaques

Significado das cores conforme a preferencia no vestuário.

A fadinha marrom que visitou o sítio.

A fadinha marrom que visitou o sítio.
Ana foi ao sítio passar o fim semana, e chegando lá no sítio abriu a porta e entrou, e logo em seguida que entrou fechou a porta e foi fazer o café, eram oito e trinta da manhã, e enquanto fazia o café na cafeteira andou e vistoriou toda a casa como de costume, e tudo estava normal inclusive uma sala que estava vazia sem os móveis, pois iria ser reformada, e depois arredou as cortinas para o sol entrar pela vidraça das janelas em toda a casa, e depois voltando a cozinha foi tomar seu café, e em seguida foi até o banheiro escovar os dentes, e feito isso novamente voltou a cozinha, e pensou no momento que devia ir abrir as janelas para ventilar a casa, pois até o momento só as cortinas estavam arredadas , e tinha claridade suficiente, mas era hora de abrir para ventilar o imóvel que ficou fechado durante a semana, e foi iniciar pela sala que estava vazia, e quando chegou na sala um pequeno ser medindo uns vinte e cinco ou trinta centímetros no máximo estava no canto da sala, e era parecido como uma pequena boneca com uma cor marrom clarinho, e logo veio em sua direção cantando, era um canto alto, e estridente, e parecia que o ser estava flutuando, e continuo vindo em sua direção, e passou bem pertinho de suas pernas e sumiu pro lado dos quarto, e o banheiro, e Ana ficou paralisada por um momento, depois reagiu, e virou-se em direção que o pequeno ser tina ido, e em seguida ela foi procurar o pequeno ser, e procurou por toda a casa várias vezes e nada de encontrá-lo, e o estranho é que a casa toda estava fechada ainda ate aquele momento, e não tinha por onde sair, e Ana disse que era um pequeno ser muito bonito, e diferente, e parecia uma pequena boneca, mas sumiu, e Ana achou estranho e ai foi procurar na internet e descobriu mais sobre o pequeno ser cantante, e nas imagens viu que se parecia com uma fadinha, e achou muita coincidência, e até ficou imaginando e sonhando com a fadinha misteriosa,e pensando que um dia ela ainda volte a visitá-la no sítio, e ali próximo a sua casa existem ainda espaços preservado de mata nativa, e será que veio de la, e quem sabe essa fadinha ainda esteja vivendo ali naquela floresta com riachos, e cascata preservada, pois as fadas gostam de natureza preservada, e Ana sabe que não Foi imaginação, aconteceu realmente na quele sábado no sítio, mas contando muitos ficam em duvida, e os que acreditam nas fadas são os que tiveram experiências, visões, e sonhos com as fadas e comprovaram através de acontecimentos reais.
E por isso muitos sabem que as fadas existem por ai, e muitas vezes vem visitar as pessoas inesperadamente.